quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Coisas em que falhei na vida

Nunca dei seguimento a uma corrente do Facebook. Não encontrei o homem proverbial. Nunca estendi uma máquina de roupa. Nunca sonhei um sonho por que trocasse a vida que vivo. Não sei andar de patins. Não passei do meio de Em busca do tempo perdido e não ultrapassei o meu desgosto por histórias por contar. Nunca tive um porquinho mealheiro. Nunca afaguei o gato Barbieri. Nunca pretendi encher momentos de nada. Não consigo escolher entre Solitude de Billie Holliday ou É com esse que eu vou de Elis Regina. Nunca te convidei para dançar. Nunca pertenci a uma trupe de saltimbancos. Nunca quis perdoar. Nunca consegui dizer "Je suis desolée" sem me rir. Não conquistei o Prelúdio 1 de Gershwin. Nunca tentei deixar de fumar. Não tenho desejo de agradar nem pressa em chegar. Nunca me evadi das prisões que escolhi. Nunca gostei de tremoços nem de sushi. Nunca aprendia a deixar de querer tudo de uma vez. Nem a deixar de querer como quero. Nunca preferi a reputação ao ego. Nunca deixei de amar os teus defeitos.

6 comentários:

  1. ...mas...mas...(até fico gaga) 'isto' lá pode considerar-se um falhanço na vida?...
    "Nunca deixei de amar os teus defeitos."
    Isto é uma vitória por poucos alcançada, Outro Ente!

    " Nunca te convidei para dançar."
    Falhanço é isto! Ainda vai a tempo, convide-a...mas, primeiro, tem de aprender a dançar!! :)

    Bom dia, Ouro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se ao menos soubesse dançar...
      Bom dia Maria Antonieta.

      Eliminar
  2. Mas há tantas formas de dançar... :)
    Acho-o deveras romântico, caro Ente! O Verão foi doce, decerto.

    Boa tarde :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "Deveras romântico"? Eu?! Não faz ideia.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  3. Não passar do meio em nenhum Em Busca do Tempo Perdido parece-me uma enorme prova de sensatez. Já os patins, merecem uma segunda oportunidade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida idealista,
      Não, se tivesse dado um bate-cu como eu dei. Acredite!
      Um beijo,
      Outro Ente

      Eliminar