quinta-feira, 21 de maio de 2015

Post dedicado a todas as minhas meninas dos blogs

As minhas meninas dos blogs são todas as que eu leio e comento e as que me lêem e sei quem são. Isto não tem nada de paternalista, notem. Poderá soar arrogante... Tampis! É assim que penso nelas: as minhas meninas dos blogues. As minhas meninas dos blogs são divertidas e, no fundo, sabem que isto são só blogs. As minhas queridas meninas dos blogs, não esquecem que isto são só blogs. Ou blogues. Com toda esta confusão acho que fiquei baralhado. Parece que há mesmo quem se leve demasiado a sério e esqueça que isto são só blogs. Tampis! As minhas meninas dos blogs não se deixam enganar. Isto são mesmo só blogs. Hoje, para todas as minhas meninas dos blogues, ode triunfal:
"Ó multidões quotidianas nem alegres nem tristes das ruas,
Rio multicolor anónimo e onde eu me posso banhar como quereria!
Ah, que vidas complexas, que coisas lá pelas casas de tudo isto!
Ah, saber-lhes as vidas a todos, as dificuldades de dinheiro,
As dissensões domésticas, os deboches que não se suspeitam,
Os pensamentos que cada um tem a sós consigo no seu quarto
E os gestos que faz quando ninguém pode ver!
Não saber tudo isto é ignorar tudo, ó raiva,
Ó raiva que como uma febre e um cio e uma fome 
Me põe a magro o rosto e me agita às vezes as mãos
Em crispações absurdas em pleno meio das turbas
Nas ruas cheias de encontrões!
Ah, e a gente ordinária e suja, que parece sempre a mesma,
Que emprega palavrões como palavras usuais..."

33 comentários:

  1. Mas por que será que se diz tanto nos blogues que isto são só blogues? Por acaso parecem autocarros em greve, árvores de natal ou repartições de finanças às moscas?
    Bem, eu de qualquer forma, vinha agradecer a dedicação do post, porque considero cumprir os requisitos para pertencer a essa horda de gente feliz do sexo feminino. Do coração, caro Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida menina da voz à solta,
      Eu digo-o por convicção. Na definição de blog hão-de entrar pensamento e escrita, partilha e picardia, erudição e provocação, brincadeira e descontração, gosto e gozo e muitas outras coisas agradáveis. Por isso é de repetir à exaustão.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Boa noite cara Linda.
      Sorriso e beijos, só coisas boas que agradeço e retribuo.
      Outro Ente.

      Eliminar
  3. isto dos blogues está sempre a dar "pano para mangas"!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Mia,
      Eu gosto quando dá vontade de rir, de pensar, de aprender ou de partilhar. O verão está à porta e as mangas querem-se curtas.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  4. Eu quero ser uma das suas menina dos blogues! :) (apesar daquela coisa lamechas de achar que isto são mais do que blogues, sem a parte das guerras de guerrilha)

    Beijos com amizade blogosférica, caro Ente! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Maria Eu,
      Um dia consertaremos a noção de blog.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  5. É a coração ao pé da boca Outro Ente, é o coração ao pé da boca...

    Um beijo desta sua.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida NM,
      Está na letra que é como escreve. Oscar Wilde é que a sabia toda.
      Boa noite,
      Outro Ente.

      Eliminar
  6. Oh! Tão querido! Assim uma mulher até fica meia comovida, caramba, chega a falhar-me uma graçola da praxe...
    Um abraço Este Ente
    (parecendo que não, significa muito mais)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Mais Picante,
      Prezo a discussão aguerrida, mas abomino a guerrilha.
      Dou-lhe um beijo de boa noite enquanto a abraço,
      Outro Ente.

      Eliminar
  7. Que exagero, isso de lhe pôr magro o rosto. :DDDD
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Mirone,
      Um dia, quando me encontrar com Álvaro de Campos no céu dos heróis da pátria, transmitir-lhe-ei que a menina identificou a hipérbole.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  8. ...saio de mansinho...volto quando houver um post dedicado às bruxas más do blog...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida Cláudia,
      Se atentar verá que também lhe dedico este post.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
    2. Olha! pois é...também é para mim! cá está: "Ah, e a gente ordinária e suja, que parece sempre a mesma,
      Que emprega palavrões como palavras usuais..."
      Agora sim, muito agradecida me despeço, com uma piscadela de olho e com um beijo.
      Boa noite, Outro Ente.

      Eliminar
    3. Então? foi inofensivo, se achou a brincadeira estúpida, peço desculpa, estava mesmo só a ser parva.

      Eliminar
    4. O que me ofende é que pense que a ofenderia. Não se menospreze. Um beijo minha querida menina,
      Outro Ente.

      Eliminar
    5. Outro Ente, nunca tal coisa me passou pela cabeça, seria completamente despropositado que me ofendesse e tenho-o em muito melhor conta do que isso. Tal como, evidentemente, não me considero uma bruxa má do seu blog e percebi que o post, sendo também dedicado às pessoas que o lêem e o Ente sabe quem são, também me era dedicado. Apeteceu-me armar em tola e deixei aqui em falta uma coisa: obrigada.

      Eliminar
    6. Eu considero-a uma pessoa querida deste blog.
      Beijos,
      Outro Ente.

      Eliminar
  9. Ó raiva que como uma febre e um cio e uma fome
    Me põe a magro o rosto e me agita às vezes as mãos
    Em crispações absurdas em pleno meio das turbas
    Nas ruas cheias de encontrões!

    Claro que são só blogs, OE, meu caro. Pena que as minhas outonais primaveras me retirem o estatuto de menina :)
    Gosto sempre de o ler, mesmo quando não lhe sinto o sentido... Mas afinal o que é isso do sentido, não é verdade?
    Beijinho. MD

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida M D Roque,
      Por cá, será tão menina quanto as suas palavras. Uma das minhas meninas, que leio com prazer.
      Não fosse o rosto estar magro e di-lo-ia corado de gratidão. Obrigado,
      Outro Ente.

      Eliminar
  10. Um dia destes dedicar-lhe-ei um post. Em parceria com macaquitos.
    Muito obrigada por estar desse lado, discernente e cheio de graça.
    Um beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Be,
      Faz-me feliz. Agradeço-lhe penhoradamente.
      Beijos,
      Outro Ente.

      Eliminar
  11. Caro Outro Entre,
    Estou mais próxima das palavras da querida M D Roque no que toca a meninice - outros tempos - mas apesar deste facto simpatizo com o TalqualmenteOutro ou seja "as que me lêem". Depois a palavra em Português "blogues", por acaso - não será bem ao acaso, existe sempre motivo - também tenho um! Mas gosto mais de tratar o meu blogue por caderno de apontamentos, onde vou rabiscado, - no fundo é essa a finalidade.
    Revi-me basicamente neste dois pontos...e pronto, é isto :)
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Té,
      Com uma mãozinha tão pequenina a cocegar, só pode ser uma menina dada a risos. A Martinha também.
      A simpatia é mútua.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
    2. Não estava à espera...agora apanhou-me, digamos que, na curva! ;)
      Beijo

      onde vou *rabiscando.

      Eliminar
  12. Venho aqui já tarde dar-te um grande abraço, não só porque obviamente sou uma menina querida (Uva) dos blogs e porque o texto é belíssimo.
    E eu adoro, porque adoro, quem sabe levar uma pena.

    ResponderEliminar