domingo, 26 de julho de 2015

Às vezes, parece-me sorte a mais

Que acordem quando querem. Que haja ovo mexido para ele e estrelado para ela. Que a bola de Berlim seja diária e da triunfo, que eles gostam mais. Que vão de carro para a praia, porque naquela podem jogar à bola. Que o banho antes de jantar seja de imersão. E que tomem duche antes do almoço, porque o sal pode incomodá-los. Que os gelados sejam a Lagardère e haja cornettos para ele e Häagen-Dazs para ela. Que a fruta seja servida descascada. Que as batatas sejam às rodelas. Que as sestas sejam à vontade do freguês e se não queres dormir o avô joga contigo à batalha naval. Que as estórias sejam a dobrar e haja pijama party todas as noites. Que a avó empreste os lenços para turbantes e o avô ensine a fazer tendas com lençóis no meio da sala. Que o estrado da praia seja a passerelle dela, enquanto me apresso a bloquear imagens mentais que associo à palavra. Que o avô os leve à quinta da Andrea porque eles têm saudades dos cavalos. Que o suminho seja acabado de espremer. Que alternem entre o pequeno mundo e a casavostra para satisfazer ambos. Que os dias com os avós sejam do melhor...
Agora, que me entrem no carro a pedir para pôr na rádio dos avós por causa da música "somos os tais"...   

19 comentários:

  1. Respostas
    1. Que boa sorte Mirone.
      Noite feliz,
      Outro Ente.

      Eliminar
  2. "Aia bebe, somos os tais, Aia bebe..." :)
    Se servir de consolo, não está sozinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Té,
      Na verdade, é motivo de alegria.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
    2. É sim. E sabe que é um sortudo - os pardalitos uns grandes sortudos.
      [reli o texto, a nostalgia instalou-se..."quem tem mãe tem tudo"...a M não chegou a conhecê-la]
      Boa semana Outro Ente
      Um beijo

      Eliminar
    3. A mãe é muito musical e tem uma voz linda. Sempre gostei de a ouvir cantar e ela sempre cantou para mim. Desde os meninos à volta de fogueira à gaivota que voava. Mas essa, essa da minha mãe, minha mãe, nunca gostei de lha ouvir.
      Votos de boa semana também para si querida Té.

      Eliminar
    4. Talvez exista essa música, não sei, não conheço...

      Eliminar
    5. Pensei que se lhe referia.
      https://www.youtube.com/watch?v=aP7lPJvzHW8
      (Se a ouvir perceberá porque não gosto.)

      Eliminar
    6. O seu texto levou-me a reviver momentos doces de infâncias felizes - das minhas "crias mais grandes". Já a M não teve, não tem, o privilégio de conhecer e de crescer com essa avó espectacular, minha mãe.

      [Outro Ente não ligue, é segunda-feira]

      Eliminar
  3. Ternura. A deles, a dos avós e a sua. Sim, que esse protesto final não convence ninguém! :)

    Boa noite, caro Ente. Beijinho. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Maria Eu,
      Não me dê cabo do boneco. Eu sou um rabugento.
      Um beijo,
      Outro Ente.

      Eliminar
  4. Ser avó é saber estragar com mimos... Eu sei como é... Ser pai é saber aceitar o estrago com um sorriso e muitos beijos.
    Boa noite, Outro Ente, que continuem a ser mimamados por muito, muito tempo, é bom sinal.
    Beijinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida M D Roque,
      Crescer assim é um mimo. As memórias felizes daqueles dias...
      É tão bom sinal que, a cada passagem de ano, quando me perguntam o que desejei, invariavelmente respondo "mais do mesmo".
      Bom dia,
      Outro Ente.

      Eliminar
  5. Com mimos desses dos avós é de sentir-se feliz, muito aposto, aproveite.

    Partilho essa sua dor, mas já canto, deixei-me corromper...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Caro Urso Misha,
      Os miúdos aprendem a comportar-se de acordo com as regras de cada um. Adaptam-se bem. No carro do pai só há cds do pai! (No ano passado repetiam "où est ton papa" à exaustão. Depois passou-lhes. Aguardo...)
      Um abraço,
      Outro Ente.

      Eliminar
    2. Por norma, ouço rádio e num eventual zapping lá calha. Mas já gosta da música dos "maestros" como ela lhe chama e em casa até faz os passos de dança de ballet, mas Stromae ("où est ton papa") ainda há dois dias uma tia pôs-me a ver no youtube 3 vídeos dele com essa incluída, mas vario um pouco e por vezes o meu coração atraiçoa-me e prega-me partidas e tenho dificuldades de dizer que não a uma menina tão bonita, de certo compreende.
      Abraço

      Eliminar
  6. Esse mau feitio aparente do último parágrafo não é lá muito convincente...
    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Be,
      Obrigado pelo aviso. No futuro, esforçar-me-ei mais.
      Boa semana.
      Outro Ente.

      Eliminar
  7. Tão bons, estes posts em que o tal rabugento faz o volte face do Gru, o mal disposto.
    (Os avós têm um papel fundamental na construção de pessoas felizes, como sabe, Outro Ente. Aproveitem-nos bem. :))

    Beijos,
    Linda Blue.

    ResponderEliminar