terça-feira, 17 de março de 2015

Blogues como pessoas

Reunião de encarregados de educação.
Uma das muitas mães presentes faz uma proposta pertinente e clara, acolhida pelo burburinho característico daqueles ajuntamentos
Um dos poucos pais presentes, tocado pelo espirito santo de orelha, apresenta uma versão atabalhoada da proposta da 1ª mãe.
Enlevadas, muitas das demais apoiam o sr eng. Em ata lê-se que a proposta do sr eng foi aprovada por maioria absoluta.
Cheira a especiaria velha onde deveria estar uma chuva de prata.

8 comentários:

  1. Os engenheiros parecem sempre saber como chegar ao poder...

    Boa noite, Ente. :)

    ResponderEliminar
  2. Bem visto, Maria Eu. Mesmo quando não sabem nada de poder e se bastam em querer.
    Bom dia,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
  3. Venho aqui defender os Engenheiros, vá as Engenheiras! Toda a gente sabe que as Engenheiras são muito melhores que os Engenheiros!

    ResponderEliminar
  4. Cara Margarida,
    Deixe-me adivinhar: É Engenheira. Acertei?
    Uma vez mais não sei o que toda a gente sabe. Sou muito limitado. Penso sempre que as Engenheiras (assim, com letra maiúscula e palavra completa e garra) são tão boas quanto os Engenheiros (nas mesmas condições). Aquilo que lhe asseguro é que aqui não se atacam grupos heterogéneos. Não cabemos todos no mesmo saco.
    Beijos,
    Outro Ente.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, caro Outro Ente, sou Engenheira ( com letra maiúscula e a palavra completa, que é assim a designação correcta e eu gosto muito de palavras para as abreviar). Isso da igualdade de géneros na Engenharia (também com letra maiúscula) era muito bom que existisse mas infelizmente ainda estamos longe disso. Folgo em saber que pelo menos por aqui é-se pela igualdade!

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Mirone,
      Por este andar deixarei de me poder considerar um incompreendido.

      Eliminar